top of page

Faltam 1600 para migrar o SAP ECC para o S/4HANA


homem olhando para o ipad com o informativo de que faltam 1600 para migrar o SAP ECC para o S/4HANA

Você sabia que faltam apenas 1600 dias para que a sua empresa faça a migração do seu ERP SAP ECC para a última versão do SAP S/4HANA?

A partir do primeiro dia de 2028, a SAP vai encerrar o suporte ao SAP ECC 6.0, o antigo Sistema Integrado de Gestão Empresarial (ERP) da multinacional alemã. Isso significa que as empresas que utilizam a ferramenta precisam fazer a migração para o S/4HANA até essa data, uma vez que o ERP mais atual, baseado totalmente em nuvem, será o único com serviço de manutenção vigente.

Essa informação não é necessariamente nova para a maioria das companhias. O prazo anterior para o “desligamento” do ECC 6.0 era ainda menor, com data prevista para o final de 2025. Porém, em 2020, a SAP resolveu dar uma sobrevida ao ERP ECC e prorrogou a expiração da versão desatualizada até 2028. Agora, a partir do dia em que você recebeu essa mensagem, faltam 1.600 dias para o fim dessa ferramenta — praticamente 4 anos e meio.

À primeira impressão, ter pouco mais de mil e quinhentos dias para realizar o processo de migração entre os ERPs parece tempo suficiente. Mas a realidade é que, em qualquer companhia, o sistema integrado de gestão empresarial tem uma função muito estratégica para os negócios. Sendo assim, evitar percalços com essa ferramenta significa minimizar as chances de ter que lidar com contratempos — sejam internos ou com clientes.

Estamos chegando na metade do novo prazo de “validade” do ECC 6.0 estipulado pela SAP, e para as empresas que ainda não fizeram a migração, é importante levar alguns pontos em consideração. O primeiro é o gargalo entre oferta e demanda: mais companhias deixando para migrar para o SAP S/4HANA próximo à data limite do ERP antigo, menos consultorias e consultores especializados estarão disponíveis para realizar esse movimento. Além disso, processos bem-feitos requerem tempo. Para todos os aspectos na vida, é sabido que realizar tarefas respeitando cada etapa envolvida e os protocolos é fundamental para obter bons resultados — e no universo da tecnologia da informação não é diferente.

Por esse motivo a Numen lançou o beRISE. Criamos uma metodologia de trabalho que consiste em avaliar o seu ambiente atual, considerando todas as dificuldades e facilidades encontradas, para construir o melhor business case para o seu negócio. A ideia é chegarmos juntos ao melhor modelo e plano de migração para o SAP S/4HANA.

A transição do ECC 6.0 exige um planejamento cuidadoso e uma análise completa do sistema já existente na empresa. O processo pode envolver etapas como a preparação dos dados, a realização de testes e a configuração do ambiente no S/4HANA. Além disso, é importante levar em consideração que esse movimento demanda também a adaptação dos processos de negócios e treinamento dos usuários no novo sistema.

É claro que cada negócio e empresa tem o seu próprio tempo para realizar o processo de migração do ECC 6.0 para o S/4HANA. Isso dependerá de vários fatores, como o tamanho, maturidade e a complexidade do sistema existente, a quantidade, qualidade e organização dos dados a serem transferidos e a personalização do ambiente atual.


E como fazer a migração?

Existem três principais abordagens para fazer a transição de ERP da SAP. Cada uma delas tem vantagens e desafios, e a escolha depende das necessidades e objetivos específicos da organização que precisa evoluir:

Brownfield: É uma abordagem de migração do sistema SAP ECC 6.0 para o SAP S/4HANA, em que os dados, configurações e personalizações existentes são preservados. Essa modalidade tem como objetivo minimizar o risco e o impacto nas operações comerciais, atualizando o sistema atual para a nova versão.

Greenfield: Aqui estamos falando de uma abordagem de implementação em que o sistema é construído do zero, sem levar em consideração as estruturas ou dados existentes. É um projeto tradicional. Essa modalidade permite uma reestruturação completa da metodologia e processos, aproveitando as melhores práticas e funcionalidades do S/4HANA.

Transição seletiva: Refere-se a uma modalidade híbrida, em que partes específicas do sistema ECC 6.0 são migradas para o SAP S/4HANA, enquanto outras áreas permanecem intactas. Essa abordagem permite uma transição gradual, focando nas áreas de negócio mais críticas ou estratégicas, e pode envolver uma combinação de Brownfield e Greenfield, de acordo com a necessidade da empresa.

Venha conversar com o time Numen beRISE. Somente com o nosso método você terá acesso a todos os aspectos necessários e futuros que devem ser levados em consideração para a sua decisão.

Banner contendo informações sobre um evento da Numen + SAP + AWS. Minotauro (lutador) com luvas do UFC pretas.

Numen promove palestra com Minotauro em parceria com SAP e AWS


No dia 25 de junho a Numen fez um evento na sede da SAP, em São Paulo, que contará com uma tarde palestra com o ex-lutador brasileiro Rodrigo Minotauro e vivência com o BTP (Business Technology Platform), plataforma de serviços em nuvem da multinacional alemã. O evento contará com 50 clientes parceiros da consultoria e, além de trazer a história e aprendizados de Minotauro para o público, os convidados poderão experimentar na prática os benefícios e diferenciais que essa ferramenta inovadora da SAP pode trazer aos negócios.

Imagem com o fundo azul com uma mão humana e uma mão robo tocando os indicadores

Giro pelo mundo da tecnologia


a imagem contem um robo assistente virtual

9 maneiras de evitar ser vítima de AI washing


No universo da Inteligência Artificial, a expressão da vez é “AI washing”, movimento de algumas empresas em exagerar sobre a capacidade das IA que possuem para conseguirem financiamentos mais robustos.


Mulher segurando um computador em um corredor em frente a um servidor

SAP eleva previsão de receita total em 2025


Previsão da multinacional é que a receita total para o período estipulado seja de aproximadamente 4 bilhões de euros. De quebra, a gigante alemã anunciou recompra de ações de até 5 bilhões euros.


selfie de um astronauta

AWS e AEB anunciam renovação de acordo


Veja no link os detalhes no novo acordo firmado entre a AEB (Agência Espacial Brasileira) e a AWS (Amazon Web Services), que tem como objetivo continuar promovendo o crescimento da indústria espacial brasileira.


Ipad com teclado na mesa

Google quer dominar mercado de IA


Com novas aplicações que utilizam inteligência artificial generativa, o Google quer destronar gigantes do ramo, como ChatGPT e Microsoft, para se solidificar como O principal nome do mercado de IA.


Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


Los comentarios se han desactivado.
bottom of page